Voltar

Notícias

Notícias

 

Minha História, Minha Mesa Posta

O outono é uma estação marcada por muitas mudanças na natureza. Nele, as folhas caem e as flores começam a se preparar para o inverno. Para Gisela Jansen, a época é também sinônimo de renovação, o que coincide perfeitamente com sua vida. A Bacharel em Direito, Personal Welcome, esposa, mãe e avó, também precisou passar por uma profunda transição para descobrir os valores da mesa posta. Os detalhes dessa história você vai conferir agora na coluna Minha História, Minha Mesa Posta.



Confira:



Fale um pouco sobre você, formação, família, gostos....



Nasci no Maranhão, em Coroatá, mas desde os sete anos moro em Brasília. Sou casada, tenho três filhos e dois netos. Sou graduada em Direito, mas ainda não advogo. Trabalho desde os dezoito anos e, atualmente, dou aulas e ministro workshops na área de mesa posta e etiqueta à mesa. Sou uma pessoa bem alegre, gosto de ler, assistir filmes, viajar. Uma curiosidade é que amo dançar e fiz aula de Flamenco por dois anos, o que me levou a conhecer a Espanha.



Quando conheceu a mesa posta?



Tive o primeiro contato com a etiqueta à mesa e social aos 18 anos, quando fiz um curso para trabalhar no cerimonial do Itamaraty. Não cheguei a levar a mesa posta adiante, mas sempre gostei de gastronomia. Até que, há uns três anos e meio, tive uma imensa crise no casamento, mas resolvemos vencer a situação e lutarmos pela nossa união. A princípio, não foi nada fácil. Após muita turbulência, decidimos passar maior tempo juntos e logo me despertou o desejo de sempre ter uma mesa bonita com muito amor para recebê-lo em nossa casa. Comecei então a perceber a grande transformação no meu lar por meio da mesa posta.



De lá para cá o que mudou em sua vida?



Antes de adotar essa prática, nós não fazíamos as refeições à mesa. Era sempre cada um em seu espaço, deixando a mesa servindo apenas de mobília, de enfeite e apoio para bolsas, chaves etc. Meu esposo até estranhou a primeira vez que preparei a mesa, mas, com o tempo, se acostumou e até começou a tirar fotos delas. Hoje em dia, fazemos questão de almoçar, jantar ou lanchar juntos todos os dias. Um momento muito marcante para mim foi quando, certa vez, antes de almoçarmos, ele pediu para fazer uma oração em agradecimento pela mesa posta, por ter vencido tamanha tempestade e por sentir a presença de Deus conosco. Eu até contei esse testemunho quando fui convidada para palestrar no CONAMESA. Foi emocionante!





Como conheceu o grupo Meseiras de Brasília?



Minha filha foi a primeira a mencionar o grupo. A segunda pessoa foi a Milena, da loja Casa de Mineira, que também acompanhou o meu processo de superação, eu comprava louças na loja dela. A Milena dizia que meu testemunho era muito bonito e me incentivava a publicar as mesas na página das Meseiras de Brasília. Então, depois que iniciei as postagens, as pessoas começaram a elogiar e assim foram surgindo convites para ministrar workshops. Quando dei por mim, já estava envolvida nesse universo.



Quando a mesa posta se tornou uma profissão? O que é e o que faz uma Personal Welcome?



Após realizar diversos cursos com mulheres renomadas como Silvia Seabra, Embaixatriz Beth Pellegrinho, Juliana Santiago, Cláudia Matarazzo e Patrícia Junqueira, maior incentivadora para que eu transformasse o hobby em profissão, e devido à demanda de convites para dar workshops, palestras sobre mesa posta e etiqueta à mesa, realizei essa transição. Sendo assim, inferi não apenas um hobby na minha vida, mas também uma forma de trabalho. A Personal Welcome, como diz a Paty, é o anjo da anfitriã, preparamos a casa da cliente para receber, levamos o material, organizamos tudo, orientamos quanto a cor, cardápio, orientamos os empregados e etc.



Já realizou viagens para fora em nome da mesa posta?



Em nome da mesa posta não, mas conheço alguns países Europeus como Espanha, França, Alemanha, Itália, Suíça, Áustria, Bélgica, Holanda, Portugal e da América Latina como Chile, Argentina, Uruguai e o nosso país maravilhoso, é claro. Sempre gostei de apreciar a gastronomia e cultura de cada lugar.



Recebe muitos depoimentos de mulheres? Algum mais impactante?



Depois de minha participação no CONAMESA (Congresso Nacional de Mesa Posta), passei a receber muitos depoimentos de mulheres que viram meu testemunho sobre Como Criar Vínculos Poderosos Através da Mesa, inclusive, mulheres de fora do país. Certa vez, tive a oportunidade de compartilhá-lo em um grupo de mulheres na internet, e muitas disseram que eu as ajudei de alguma forma em seus relacionamentos familiares.



Quem são suas inspirações na vida e na mesa posta?



Minha família é minha primeira inspiração. E, profissionalmente, no decorrer de minha especialização na área, com os cursos que fiz de Personal Welcome e Table Decor (Patrícia Junqueira) e Etiqueta Social e à mesa (Silvia Seabra), considero essas profissionais uma grande fonte de inspiração e motivação.





Você gosta de produzir mesas temáticas. Existe algum tema em especial?



As mesas temáticas são lindas, e por meio do meu curso de Table Decor, com a Patrícia Junqueira, a decoração de mesas é sempre uma alegria de executar.

No Carnaval, Páscoa, Natal e Réveillon, sempre elaboro algo que remeta ao tema com muito cuidado em valorizar a expressão de cada um. Já realizei decoração de várias mesas especiais, dentre elas, a primeira mesa de Natal que fiz na casa da minha filha e a de aniversário de casamento dela, que foi toda realizada no tema estanho, em referência a bodas de 10 anos.



Quais os seus truques para receber bem?



Gosto de cuidar dos mínimos detalhes na recepção dos meus convidados. Preocupo-me em dar assistência do início ao fim. Busco agradar tanto na decoração da mesa como no cardápio, sempre tendo o cuidado de dar atenção a todos, oferecendo sempre alguns mimos. Muitas pessoas acham que não podem fazer uma boa recepção por não terem um aparato completo de louças. Acho que essa ideia distorce a verdadeira essência da mesa posta, onde o que realmente importa não é o que está sobre a mesa, antes, o que está em volta dela.



Quais os pratos e bebidas que mais aprecia?



Tenho um paladar bem variado, não tenho uma comida especifica, amo tanto o simples como o elaborado. Minhas raízes são de família nordestina, então aprecio muito essa culinária. Porém, por questão de gosto pessoal, não tenho apreço pela culinária japonesa, também não gosto de polvo, lula, scargot e nem caviar; os demais sou bem receptiva. Em relação a bebida, amo água, também sou apreciadora de vinhos, inclusive, tenho um espaço projetado na minha casa especialmente para receber amigos, que amam um bom vinho, espumantes.





Sua família te apoia? O que eles pensam sobre esse estilo de vida?



Minha família me apoia muito, mas eles também me incentivam a não desistir da carreira jurídica, pois minha intenção realmente é advogar na área familiar e continuar ajudando outras mulheres por meio da mesa posta. Quero mostrar quão grande é o poder de comunicação, perdão, amor e respeito que ela exerce, pois podemos expressar todo nosso amor por meio de uma simples mesa. Nos almoços de família, na casa de meus pais, comecei a fazer a mesa posta também, pois eles não tinham esse hábito porque sempre trabalharam fora. Então, observei que eles ficam muito felizes ao ver todos os filhos juntos em volta da mesa. Nós não tínhamos isso quando crianças, e vi o poder que a mesa tem de criar memórias afetivas. Isso é incrível!





O que você espera para 2018?



Venci a depressão, perdoei, superei a crise no casamento e resgatei laços afetivos, tudo isso por meio da mesa posta. Por isso, pretendo ser uma grande incentivadora para que outras mulheres galguem suas conquistas, vitórias, autoestima e restauração no lar. Amo ser uma referência de mulher que superou desafios e não desistiu dos seus sonhos e, não posso e não devo ficar calada, preciso ajudar outras vidas com o meu testemunho. Tenho muito prazer e alegria ao ver o sorriso de uma mulher que ama a vida e consegue lutar para se tornar uma vencedora!





Para conhecer o trabalho da nossa associada siga a página @giselajansenpersonalwelcome